Gramado RS
REDECIDADES
portoalegre.net
carazinho.net
passofundo.net
tapera.net
viamao.net
soledade.net
novohamburgo.net
cruzalta.net
guaiba.net
caxias.net
lagoadostrescantos.net
saoleopoldo.net
espumoso.net
pelotas.redecidades.net
   

 

 

ff

 

WM Internet

 

Pesquisa personalizada
 

Existem quatro acessos importantes para turistas oriundos de Porto Alegre ou da Fronteira Sul do Estado.

Via Taquara – Porto Alegre/Gravataí/Taquara

O turista através da Free-Way (BR-101), no município de Gravataí (Distrito Industrial), pega a RS-020, que liga Porto Alegre a Taquara. A partir de Taquara pode-se ir direto a São Francisco de Paula e demais cidades dos Campos de Cima da Serra, pela RS-020 que apresenta condições de tráfego ruins devido ao traçado sinuoso e um pouco perigoso pela falta de acostamento. A RS-020 continua após São Francisco de Paula até a cidade de Tainhas, onde encontra a RS-453, a Rota do Sol.

Caso o destino seja Gramado/Canela, a partir de Taquara deve-se pegar a RS-115 que passa pelas cidades de Igrejinha, pólo coureiro-calçadista, e Três Coroas, sede do principal templo Budista do América Latina e de um importante parque esportivo onde ocorrem importantes provas das competições de canoagem e rafting. A RS-115 é uma estrada modelo, com uma condição de tráfego excelente, que apresenta um trecho curto de serra entre Três Coroas e Gramado, onde deve-se diminuir a velocidade e aumentar o cuidado.

Via Novo Hamburgo – Porto Alegre/Novo Hamburgo/Campo
Bom/Taquara/Gramado

É a principal rota e a mais utilizada para o turista que faz o trajeto Porto Alegre/Gramado. Trafegando o tempo todo em pistas duplicadas o turista faz uma viagem segura e rápida de Porto Alegre a Novo Hamburgo. O cuidado deve ser redobrado em função de ser uma estrada de tráfego intenso com motoristas abusando da velocidade. Em Novo Hamburgo quando acaba a pista dupla da BR-116, toma-se a RS-239, que está sendo finalizada sua duplicação, para chegar-se a Taquara, de onde parte-se para Gramado (RS-115) ou São Francisco de Paula (RS-020). Atentar para os pardais que existem na RS-239, próximos a Faculdade FEVALE e no trecho urbano de Sapiranga.

Via BR-116

A BR-116 corta a Serra Gaúcha em sua maior e principal extensão. Passando por cidades pequenas, mas simpáticas, o motorista vai avançando a cada Km, um pouco da história da imigração alemã e italiana no Rio Grande do Sul. Duplicada no trecho Porto Alegre/Novo Hamburgo, ela é muito perigosa e sinuosa a partir de Novo Hamburgo até a cidade de São Marcos. Apesar da falta de acostamento e das curvas perigosas, esta rodovia apresenta boas condições de tráfego entre Novo Hamburgo e Caxias do Sul, aonde o movimento não chega a ser intenso. É uma importante opção de acesso à Região das Hortênsias, via Nova Petrópolis. O trecho entre São Marcos e a divisa com Santa Catarina (Rio Pelotas), passando por Vacaria é marcado por extensas retas e colinas que formam um belíssimo visual. Deve-se ter muito cuidado neste trecho, pois a partir de Caxias do Sul a BR-116 apresenta um tráfego muito intenso de caminhões em ambos os sentidos.

Via São Vendelino

Esta é a principal ligação entre Porto Alegre e Caxias do Sul. Embora apresente um trajeto maior, é mais rápido em função de não apresentar um traçado tão sinuoso quanto o da BR-116 e ter menos subidos e descidas de serras. A partir da BR-116, em Novo Hamburgo, deve-se tomar a RS-240 na Vila Sharlau. Esta estrada a partir de São Vendelino, leva a RS-122 que tem destino Farroupilha e Caxias do Sul, e a BR-470, se o destino for Garibaldi, Carlos Barbosa ou Bento Gonçalves.

A partir da Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul

Via BR-386

A BR-386 deve ser considerado o ponto de partida para quem vem da Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul. É em Estrela, cidade vizinha de Lajeado, que através da RS-453 chega-se a Garibaldi e Caxias do Sul, de onde parte-se para Carlos Barbosa e Bento Gonçalves pela BR-470.

A partir do Meio-Oeste de Santa Catarina e Noroeste
do Rio Grande do Sul

Existem duas opções importantes para quem vem a Serra Gaúcha a partir destas regiões.

Via BR-386

O caminho é longo até Lajeado, mas é seguro e fácil. A partir daí é só seguir as mesmas instruções descritas acima para quem vem da Fronteira Oeste.

Via BR-285

Usando-se Passo Fundo como ponto de partida, basta pegar a BR-285 até a cidade de Vacaria, de onde chega-se a Caxias do Sul pela BR-116.

Via RS-324

Novamente partindo de Passo Fundo, pela RS-324 chega-se a cidade de Nova Prata, aonde através da BR-470 chega-se a Bento Gonçalves e Carlos Barbosa.

A partir do Centro-Leste de Santa Catarina
e Nordeste do Rio Grande do Sul

Existem duas opções importantes para quem vem a Serra Gaúcha a partir destas regiões.

Via BR-116

O caminho é único para quem vem de Lages ou do centro do país via BR-116, a partir da divisa dos dois estados (Rio Pelotas), até Novo Hamburgo, irá se percorrer o principal acesso a todas as cidades da Serra Gaúcha, entrando por Vacaria, passando por São Marcos, Caxias do Sul (ponto de partida para Bento Gonçalves, Garibaldi, Farroupilha) e Nova Petrópolis (entrada da Região das Hortênsias, Gramado e Canela).

Via BR-101/Gravataí/Porto Alegre

Para quem vem do nordeste do estado ou de outros estados pela BR-101 o caminho é longo. Pode-se ir a Porto Alegre e escolher qualquer uma das opções para ir a Serra Gaúcha, ou, se preferir, quando chegar a Gravataí, pegar a RS-119, que vai até a BR-116 (em Sapucaia do Sul próximo a Novo Hamburgo), cruzando pela RS-020 (Porto Alegre/Gravataí/Taquara).

Rotas Alternativas da BR-101

Existem três rotas alternativas para chegar a Serra Gaúcha e, principalmente a Região das Hortênsias. Estas rotas são de cenários belíssimos, porém de difícil acesso, sendo quase que intrafegáveis em dias de chuva. Mas se o espírito aventureiro falar mais forte, a viajem será inesquecível.

BR-101/Serra do Faxinal

Talvez um dos mais belos roteiros da Serra Gaúcha, esta Serra liga através de uma estrada precária, a cidade gaúcha de Cambara do Sul a BR-101 já no estado de Santa Catarina próximo à divisa com o Rio Grande do Sul na cidade litorânea de Torres. A SC-450 cruza o Parque Nacional dos Aparados da Serra, conhecido como Itaimbézinho. O visual é incrível e inesquecível. Prepare máquina fotográfica, filmadora e divirta-se. Chegando a Cambará do Sul, toma-se a RS-020, com destino a São Francisco de Paula, ou, se preferir, no meio do caminho, na cidade de Tainhas, através da RS-453, pega-se a Rota do Sol para Caxias do Sul.

BR-101/Rota do Sol

Terra de Areia é o ponto de partida da Rota do Sol. Passando pela Serra do Pinto, é uma estrada em construção com uma série de túneis e viadutos. A Rota do Sol, ou RS-453, liga Terra de Areia a cidade de Tainhas, onde fica a Estação Ecológica de Aratinga. A partir de Tainhas pode-se ir direto a Caxias do Sul pela própria RS-453, ou tomar a RS-020 até São Francisco de Paula.

BR-101/Serra do Umbu

Uma opção interessante para quem vem de Tramandaí, Osório ou Capão da Canoa. Com entrada na cidade de Maquiné, a Serra do Umbu apresenta um visual fantástico cortando um pedaço da Mata Atlântica.

O destino é São Francisco de Paula, e a viagem exige cautela na estrada de chão batido com uma subida íngreme de curvas perigosas.

 

 

 


www.ufo.tv.br

Conheça a cidade de Atlanta, Georgia, nos Estados Unidos

 
Prefeitura Municipal
Mapas
Jornal de Gramado
Wikipédia
   

Gramado


 

 

WM INTERNET